O que pode ser fumaça no escapamento? Saiba como resolver

4 minutos para ler
Planilha Cálculo de Frete

Em geral, quando o motor do caminhão funciona perfeitamente, não é expelida nenhuma fumaça do escapamento. Os veículos atuais foram desenvolvidos de modo a não apresentar esse tipo de problema de forma recorrente, mas a falta de manutenção preventiva e algumas checagens semanais do estado do caminhão podem aumentar a incidência do problema.

Para o caminhoneiro saber o que está, de fato, acontecendo, é preciso diferenciar as fumaças de determinadas cores. Ao longo da leitura, vamos explicar melhor essa questão, mostrando as possíveis causas que levam à expulsão de fumaça do escapamento. Boa leitura!

Quais as possíveis causas de fumaça no escapamento?

Vamos falar primeiramente da fumaça branca, mas que não sinaliza um problema no caminhão. Neste caso, o fenômeno costuma ocorrer em dias frios, quando o motor ainda não aqueceu o suficiente. No entanto, quando a fumaça aparece em um tom azulado, pode ser um indicativo de problema crítico no caminhão.

O motor passa a ser menos lubrificado, à medida que a queima do óleo está ocorrendo na câmara de lubrificação. O desgaste excessivo ou a quebra dos anéis de pistão estão entre as principais causas dessa fumaça no escapamento de cor azulada. Um ponto a ser destacado é que a chance de o motor precisar ser retificado é alta, deixando o veículo inoperante por um certo tempo.

Qual a diferença entre fumaça branca e fumaça preta?

A diferença entre estes eventos é bastante sensível. Em geral, a fumaça branca indica que a queima do líquido de arrefecimento do radiador está ocorrendo na câmara de combustão. A expulsão de fumaça dessa cor tende a estar relacionada com algum dano na junta do motor.

Já a fumaça preta do escapamento tem relação com alguma desregulação no sistema de carburador ou injeção eletrônica do caminhão. Em outras palavras, há um excesso de combustível sendo misturado com o ar no momento da combustão, de modo que esse excedente entra no escapamento em alta temperatura, visto que a combustão está em andamento. A principal consequência da fumaça preta saindo do veículo é o consumo maior de Diesel e GNV.

Como resolver esse problema?

Por mais que a rotina de entregas seja puxada, não custa nada fazer algumas verificações simples no caminhão. A manutenção preventiva sempre é a melhor alternativa quando o assunto é evitar a fumaça no escapamento, de modo que o caminhoneiro deve consultar o manual do veículo com frequência.

Procedendo desse modo, dificilmente o bruto vai deixar o motorista na mão, por causa de alguma quebra na estrada. Vale destacar que não apenas o motor deve ser vistoriado, mas todos os sistemas do caminhão, como o elétrico e o de arrefecimento. O condutor não precisa ter sólidos conhecimentos em mecânica para isso, pois há muitas verificações simples que ajudam bastante a manter o caminhão operando por mais tempo.

A fumaça do escapamento pode ser em geral, nas cores branca, preta e azulada. Como falamos, esta última é a mais crítica, indicando a necessidade de retificar o motor e tirar o bruto da estrada por algum tempo. Estar em dia com a manutenção de todos os componentes do veículo é fundamental, dando, entre outras coisas, mais segurança ao condutor e economia de combustível.

Gostou de saber dos fatores que levam à fumaça no escapamento? Então aproveite e compartilhe este artigo nas redes sociais!

Mecânica do caminhão: você sabe tudo que precisa?
Você também pode gostar

Deixe um comentário